FILME – ROBOCOP – O POLICIAL DO FUTURO (1987)

Um excelente e memorável filme sobre um dos policiais mais lembrados do cinema. Conta com um ótimo enredo, muito bem contado e surpreendentemente violento para a época, com um bom ritmo que não cansa. As atuações são muito boas, principalmente de Peter Weller como Murphy/RoboCop, que está bem tanto como humano quanto como máquina. A trilha sonora é muito boa, os efeitos especiais são muito bons para a época e muitos efeitos práticos deixam o filme muito mais crível e as cenas de ação são excelentes e muito violentas, mais até que muitos filmes de hoje em dia. Conclusão: Até hoje um excelente filme de um personagem memorável e clássico da ficção científica. Dou 9 de 10 para RoboCop- O Policial do Futuro.

SÉRIE – SMALLVILLE – SEXTA TEMPORADA (2007/2008)

Uma temporada que começa e termina bem, mas o desenrolar da história e bem chato e sem graça. Conta com um enredo apenas OK, tem seus pontos altos como o primeirl episódio que é sensacional, o episódio 11 que reúne os personagens Aquaman, Ciborgue, Flash, Arqueiro Verde e Superman e o último que é um dos melhores da série, mas a maioria dos episódios não têm tramas tão marcantes e são bem fora de foco considerando a história da temporada. As atuações são muito boas, Tom Welling e Michael Rosenbaum ainda estão excelentes como Clark e Lex, aqui ainda mais pertos de se tornarem inimigos mortais. Outros que merecem destaque são Kristin Kreuk como Lana Lang, personagem muito importante na temporada, Erica Durance como Lois Lane e Justin Hartley como Oliver Queen/Arqueiro Verde, que participa mais dos 11 primeiros episódios mas que é carismático. A trilha sonora é ótima e bem escolhida, os efeitos especiais e cenas de ação continuam em evolução e são muito bons para a época, e o ritmo surpreendentemente não é um dos mais envolventes graças a falta da foco na história, apesar disso não é cansativo. Conclusão: Infelizmente a temporada mais fraca da série até agora, tem seus momentos mas no geral é bem esquecível. Dou 6 de 10 para Smallville (6ª Temporada).

GAME – ASSASSIN’S CREED ORIGINS (2017)

Inovando após muito tempo de jogos muito parecidos, o jogo que transformou Assassin’s Creed em um RPG de ação é ótimo. Conta com um enredo ótimo, vemos o início da Irmandade dos Assassinos, que parece de início uma história clichê de vingança, mas vai ficando mais completa e interessante com intrigas políticas e traições, e o final faz uma ponte muito boa com os outros jogos da franquia. A jogabilidade é muito boa, indo mais pro lado do RPG e apresentando um desafio maior que muitos da série, porém a progressão do jogo eu achei bem ruim, porque o jogo te obriga a fazer muitas missões secundárias por conta de ter um bloqueio de nível que irrita bastante, e o mundo aberto é enorme e muito detalhado. A trilha sonora é boa, mesmo eu não achando ela tão marcante quanto os outros jogos e a ambientação é excelente e lindíssima, o deserto egípcio é muito bonito e muitos lugares foram fielmente representados, o que ajuda isso também são os gráficos maravilhosos do jogo. Conclusão: Um ótimo jogo da franquia e finalmente uma inovação depois de tantos jogos parecidos. Dou 8 de 10 para Assassin’s Creed Origins.

Por Netto Lage – Francisco Bernardes Lage Netto, estudante (17), gamer, cinéfilo, autodidata. Desde a infância é apaixonado por filmes, séries e jogos. Com o tempo, sentiu necessidade de extravasar e registrar a sua opinião. Inspirado pelo youtuber Carlo Chim, iniciou suas críticas, sempre postadas em seu perfil no Instagram. O mundo do cinema o fascina, e tem como objetivo profissional, atuar em algum dos diversos segmentos que essa área oferece.