Um estudo elaborado pela Escola Paulista de Medicina, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), pode ajudar na aplicação de uma terapia contra a Covid-19, desenvolvida a partir de células-tronco. O projeto foi selecionado no Programa de Combate a Epidemias da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), vinculada ao Ministério da Educação.

O objetivo é entender o processo de comunicação entre as células de diferentes partes do corpo e quais delas são liberadas durante a infecção pelo vírus causador da doença.

A pesquisa é liderada pelo pesquisador do programa de pós-graduação em Medicina (Nefrologia) e especialista em células-tronco mesenquimais, Danilo Cândido de Almeida. Segundo ele, a Covid-19 é uma doença que abrange múltiplos órgãos e que a comunicação celular é importante para interpretar como as células interagem entre si.
 

Fonte: Brasil 61