Por Graziela Ricardo Matoso*

A diabetes é uma doença caracterizada pelo aumento da glicose (açúcar) no sangue, e pode provocar uma série de danos ao organismo. Parar a epidemia da doença exige uma mudança de hábitos e muita responsabilidade, pois a doença chega de maneira traiçoeira e na maioria das vezes não apresenta sintomas e por isso devemos focar mais na prevenção.

O diabetes é uma doença crônica que ocorre quando o pâncreas não consegue mais produzir insulina ou o corpo não consegue fazer bom uso da insulina que produz. Existem três tipos principais de diabetes: o diabetes tipo 1, que é causado por uma reação autoimune na qual o sistema imunológico do corpo ataca as células produtoras de insulina do pâncreas, fazendo assim com que o corpo produza pouca ou nenhuma insulina; a diabetes tipo 2 é a mais comum e ocorre quando as células do nosso corpo são incapazes de responder a insulina; e por fim a diabetes gestacional, que é caracterizada por altos níveis de glicose durante a gravidez, podendo ocorrer em qualquer período, porém é mais comum após a 24º semana de gestação e geralmente desaparece após a gravidez.

A doença chega de maneira discreta e vem aumentando mais a cada ano, e isso acontece por vários fatores, sejam eles socioeconômicos, demográficos e ambientais. E também pelo fato de que o aumento da urbanização e da tecnologia, nossa vida acaba sendo mais corrida e quase não temos tempo para uma boa alimentação, o que acaba gerando hábitos alimentares ruins, como por exemplo, maior ingestão de calorias e aumento do consumo de alimentos processados. Segundo a International Diabetes Federation (IDF) cerca de 463 milhões de adultos convivem com diabetes; nas áreas urbanas o número de prevalência global é de 10,8%, já nas áreas rurais o número é menor, cerca de 7,2%. 

Por que devemos ficar atentos a doença? Bem, devemos nos atentar pois o convívio com a doença é bem difícil e ainda pode ser porta de entrada para outras complicações. Ainda segundo o Atlas da IDF, a doença pode trazer complicações agudas ou de curto prazo e por isso a detecção precoce e o tratamento adequado são essenciais para prevenir invalidez e até mesmo a morte.

COMO PREVENIR O DIABETES?

Não basta apenas diminuir o consumo de doces. Para prevenir a doença, temos que ter algumas alterações nos hábitos, como por exemplo manter o peso correto, praticar atividades físicas, dormir bem a noite, ter uma alimentação balanceada e rica em frutas, verduras, legumes, cereais e gorduras saudáveis.

COMO É O TRATAMENTO DA DOENÇA?

Para o tratamento do diabetes é necessário usar medicamentos antidiabéticos que ajudam a diminuir as taxas de glicose no sangue e em alguns casos é necessário o uso de insulina. Uma boa alimentação não só ajuda a prevenir como também ajuda aquelas pessoas que já foram diagnosticadas com a doença.

Lembre-se também que o Sistema Único de Saúde oferece o tratamento e também o diagnóstico para todas as pessoas de maneira gratuita. Por isso, fique sempre atento e qualquer suspeita procure a unidade de saúde mais próxima. 

*Estagiária sob supervisão da jornalista Priscila Aparecida Silva