Neymar não marca gol, mas joga bem e dá passes decisivos

A seleção brasileira estreou da melhor forma possível pelas Eliminatórias Sul-Americana para a Copa do Mundo do Catar (2022), jogou bem e goleou a Bolívia por 5 a 0 em partida realizada nesta sexta (9) na Neo Química Arena, em São Paulo.

Até momentos antes do início do confronto, a presença de Neymar era dúvida, pois o camisa 10 teve dores na lombar nos últimos dias. Mas o atacante melhorou e o técnico Tite escalou o Brasil da seguinte forma: Weverton; Danilo, Thiago Silva, Marquinhos e Renan Lodi; Casemiro e Douglas Luiz; Everton, Philippe Coutinho e Neymar; Roberto Firmino.

E Neymar teve ótima atuação na partida, buscando os lances individuais e dando dois passes para gols, mostrando que será peça importante no decorrer das Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Domínio brasileiro

Diante de um adversário de menor qualidade técnica, a equipe comandada por Tite não teve problemas para assumir o comando das ações desde o primeiro minuto. O Brasil ocupava o campo de ataque e encontrava liberdade para trabalhar a bola. Já a Bolívia se fechava atrás esperando uma chance de contra-atacar que não aparecia.

Com a Bolívia tão recuada, o primeiro gol do Brasil saiu em uma jogada de bola aérea. Aos 15 minutos Danilo avançou pela direita e cruzou na medida para o zagueiro Marquinhos fazer de cabeça.

O segundo gol da seleção também saiu em uma jogada pelo flanco, mas pelo esquerdo, onde Renan Lodi recebe em profundidade para cruzar rasteiro para a área, onde Firmino apenas escora, aos 29, para ampliar para 2 a 0.

O Brasil continua melhor, mas, com a desvantagem no marcador, a Bolívia começa a se aventurar no ataque, mas sem efetividade alguma, o que faz com que o intervalo chegue sem novas alterações no placar.

Neymar garçom

A equipe brasileira manteve o ritmo na etapa final, e, logo aos 4 minutos, chega ao terceiro gol. Renan Lodi puxa contra-ataque pela esquerda, toca para Neymar, que, com muita categoria, enfia para Firmino finalizar. Lampe ainda toca na bola, mas falha e não impede o 3 a 0.

A seleção continuou mandando no confronto, e chegou ao quarto aos 20 minutos. Rodrygo acha Philippe Coutinho na esquerda, e o camisa 11 toca de volta para o atacante, que cabeceia sem direção, mas a bola bate no zagueiro Carrasco e engana o goleiro Lampe.

Mas o time de Tite queria mais. Assim, o quinto veio aos 27 minutos, quando Neymar acelerou e cruzou para a área, onde Philippe Coutinho chegou sozinho para fazer de cabeça. Mais um lance no qual o camisa 10 mostrava que, mesmo sem gols, poderia ser decisivo com passes preciosos para seus companheiros.

Diante de um adversário tão frágil, a seleção até tentou marcar mais, mas o placar ficou mesmo no 5 a 0. Um bom passo inicial em busca da vaga para o próximo Mundial.

Liderança das Eliminatórias

Com a vitória desta noite, o Brasil assumiu a liderança das Eliminatórias Sul-Americanas com os mesmos três pontos de Colômbia (2º), Uruguai (3º) e Argentina (4º), mas com ampla vantagem no saldo de gols.

Fonte: Agência Brasil