Por Graziela Ricardo Matoso*

Durante a pandemia do coronavirus, ocorreram algumas mudanças nos hábitos das pessoas, como alimentação e prática de esporte. Outras mudanças que ocorreram durante a pandemia foi o modo como as pessoas passaram a se locomover ou então a forma de lazer.

Em Paris, a prefeitura liberou verba pública para construção de mais de 600 quilômetros de ciclovia. Em Londres, por exemplo, o número de pessoas que passaram a utilizar bicicletas para ir ao trabalho ou para deslocar-se aumentou bastante, pois muitos querem evitar os transportes públicos lotados ou a espera em pontos com aglomerações.

Entre os meses de maio e junho, início da pandemia no Brasil, o país teve um aumento de 50% na venda de bicicletas, segundo a Associação Brasileira do setor de Bicicletas (Aliança Bike). Já em agosto outra pesquisa feita pela Aliança Bike mostra que o país segue em um momento positivo, pois as vendas tiveram um aumento exponencial de 93% se comparado ao mesmo período do ano passado.

Além do lazer, o ciclismo também tem competições profissionais, como a Copa do Mundo de Mountain Bike, onde o brasileiro Henrique Avancini venceu a competição no ultimo dia 4, fazendo história.

O personal e professor de educação física, Henrique Nogueira (Arquivo Pessoal)

O personal e professor de educação física Henrique Nogueira nos conta que o ciclismo além de ser um exercício aeróbico, também tem trabalho de hipertrofia muscular (aumento dos músculos). Outro ponto destacado pelo personal é que o ciclismo é um esporte de baixo impacto em nossas articulações e está sendo procurado por pessoas que possuem alguma restrição para corridas, exercícios de musculação, Crossfit etc.

Henrique finaliza falando dos benefícios que o esporte traz. “O ciclismo ajuda no emagrecimento por ser de alto gasto calórico, reduz o colesterol, controla a pressão arterial e glicemia sanguínea. Além disso fortalece o sistema respiratório, melhorando nossa respiração e as trocas gasosas, o que nesse tempo de pandemia que estão enfrentando é uma ótima escolha para quem quer se exercitar.”  

*Estagiária sob supervisão da jornalista Priscila Aparecida Silva