Sinto inveja dos que podem te olhar,
daqueles que podem compartilhar do seu sorriso,
sentir o seu calor,
te encontrar em cada esquina.
Sinto inveja dos que podem te dar palavras,
daqueles que podem presenciar a sua beleza,
já que para mim estás tão distante,
mas tenho em meus sonhos, gotas de esperança,
em fazer com que todos sintam inveja do tudo que poderei
te dar,
em cada rua vejo seu rosto,
em cada pessoa, sua imagem,
em cada sorriso, o seu,
e apesar de toda essa distância,
me sinto tão próximo de você,
ainda mais quando vejo o céu estrelado,
pois sei que cada estrela está te olhando,
e através delas, te enxergo,
e ao piscar de cada uma, é o meu coração,
batendo por você,
chamando por você.

Selmar Fernando Maia Couto