Repasse de R$ 1,1 bilhão será destinado a leitos para pacientes com sintomas graves e gravíssimos de covid-19 (Foto: Marcello Casal Jr./ Agência Brasil)

Entre abril e junho deste ano, foram habilitados mais de oito mil leitos de UTI para tratamento de pacientes com sintomas graves e gravíssimos da covid-19. Segundo o Ministério da Saúde, o investimento com a ampliação foi superior a R$ 1 bilhão. 

Na última semana (9), foram habilitados mais 734 leitos em cinco estados: Rio Grande do Sul (314), Pernambuco (284), Rondônia (15), Bahia (10) e Rio de Janeiro (111).

As secretarias estaduais e municipais são responsáveis por fazerem o pedido de habilitação e garantirem a estrutura necessária para o funcionamento. O Ministério da Saúde faz o repasse de recursos destinados à manutenção dos serviços.

O recurso é pago em uma única parcela aos entes. O valor é destinado ao custeio dos leitos pelos próximos 90 dias ou enquanto houver necessidade em decorrência da pandemia. O ministério garante que mesmo que o leito não seja utilizado, os estados e municípios recebem o dinheiro.

As habilitações valem para o período de três meses ou enquanto houver necessidade em decorrência da pandemia.

Fonte: Agência Brasil 61