Com um mês de funcionamento, ferramenta do Estado permite autoanálise para suspeita de contaminação pelo coronavírus  (Foto: Imprensa MG)

O aplicativo Saúde Digital MG está disponível para a população mineira desde 8/5 e, até o momento, já ultrapassou a marca de 30 mil downloads.  Cerca de 11 mil pessoas foram cadastradas e 7.970 avaliações já foram realizadas. Entre os atendimentos por vídeo, 4.112 foram de casos suspeitos de covid-19 (52%) e 3.858 (48%) de outras suspeitas.

A ferramenta, gratuita e intuitiva, oferece ao usuário do SUS atendimento imediato, capaz de identificar casos suspeitos da covid-19, entre outras enfermidades. Por meio de perguntas e respostas, a inteligência artificial classifica o risco da doença e, de acordo com o resultado, responde o caso como improvável ou direciona o cidadão para uma consulta médica virtual. O paciente também pode ter acompanhamento da equipe de enfermagem e suporte psicológico. Casos identificados como graves durante a triagem no app, são orientados a procurar ajuda rápida, em unidades de pronto atendimento.

Todos os cidadãos mineiros podem usar o aplicativo, que conta com a atuação de mais de 100 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros e psicólogos para fazer o atendimento, ou mesmo acompanhamento do paciente, quando necessário. A equipe é formada por profissionais da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), que foram treinados para dar suporte e diagnósticos remotamente (telemedicina).

Combate à pandemia

A utilização do Saúde Digital MG é importante no combate à pandemia, uma vez que elimina deslocamentos desnecessários aos hospitais e postos de saúde, diminuindo o risco de contaminação das pessoas e profissionais de Saúde, além de ajudar a evitar aglomerações. De acordo com a avaliação médica, imediatamente, por meio do app, o usuário pode receber receitas e atestados.

A plataforma, lançada recentemente em Minas e pioneira no sistema público de Saúde do  país, atua também como indicador para a apuração de dados referentes à pandemia, colaborando com a definição de estratégias de combate e com uma melhor gestão dos recursos públicos. Portanto, é essencial que cada cidadão faça a avaliação para covid-19 pelo menos uma vez.

O projeto é fruto de parceria entre o Governo do Estado e a iniciativa privada. De acordo com o secretário de Estado de Saúde (SES-MG), Carlos Eduardo Amaral, “a alta transmissibilidade da covid-19 demandou urgência em desenvolver tecnologias que ajudassem no atendimento à população sem ser preciso sair de casa. O aplicativo Saúde Digital MG cumpre este papel com eficiência e deve ser utilizado por todos os mineiros”.

Dados

Entre as suspeitas de covid-19 identificadas pelo aplicativo:
– 3.412 improváveis;
– 371 sem gravidade;
– 329 com gravidade.

Passo a passo

O Saúde Digital MG pode ser baixado em dispositivos Android. Feito o download, o usuário faz o cadastro, inserindo foto e documentos, cujos dados são sigilosos. Várias pessoas podem ser cadastradas em um único aparelho, o que democratiza o serviço, estendendo o acesso àqueles que não possuem smartphones.

De forma intuitiva, o cidadão responde as perguntas, que o direcionam para o resultado e encaminhamento devidos. Cada pessoa pode – e deve – se autoavaliar sempre que tiver dúvidas sobre sua condição de saúde.

Fonte: Agência Minas