No dia 16 de março de 2020, cinco dias após a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarar a Pandemia do novo coronavírus (COVID-19), a Prefeitura de Olaria implantou um Gabinete de Crise para lidar com o risco de profileração do vírus no município. A partir disso, várias medidas de enfrentamento da COVID-19 foram tomadas por meio de decretos municipais com o objetivo de proteger a população olariense.


Nesta data, seguindo as orientações dos órgãos de saúde, ficaram suspensos:
• Atividades eletivas da Secretaria de Saúde para outras cidades;
• Aulas das Escolas Municipais;
• Transporte de estudantes que cursam faculdade em outras cidades;
• Eventos que gerem aglomerações.


Como forma de prevenção, no dia 19 de março, as instituições que oferecem serviços públicos, como a Prefeitura Municipal, o CRAS e o Conselho Tutelar, suspenderam o atendimento presencial ao público, sendo realizado apenas atendimento via telefone. O Controle de Saúde continuou funcionando da mesma forma, criando também um canal de atendimento via WhatsApp.


A rotina do ESF (Estratégia Saúde da Família) sofreu alterações no cronograma para dar suporte aos pacientes. Os atendimentos estão sendo feitos por telefone e à domicílio para entrega de receitas, monitoramento e acompanhamento dos pacientes com comorbidades, além das orientações sobre os protocolos de COVID-19. São feitas coletas de exame de sangue para os casos prioritários. As campanhas de vacinas também estão sendo realizadas nas casas.


A psicóloga e a nutricionista do NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da Família) passaram a fazer atendimento on-line com o objetivo de ajudar a população olariense a passar por esse período de isolamento sem perder o foco na saúde emocional e nutricional. Adicionalmente, o professor de educação física tem feito transmissões de vídeo ao vivo (lives) ministrando aulas de zumba, dança, treinamento de força e funcional.

Os estabelecimentos comerciais não essenciais foram fechados. Nos estabelecimentos que continuaram funcionando, só é permitida a enteada de duas pessoas por vez (Decreto Nº 37 de 20 de março de 2020).
Por meio de seus canais de comunicação, a prefeitura fez uma divulgação dos estabelecimentos que continuaram funcionando pelos sistemas de delivery (entrega à domicílio) ou pegue aqui (entrega no balcão para consumo fora de suas dependências).


Os profissionais da Secretaria de Saúde, com o apoio da Polícia Militar, passaram a realizar uma campanha de contenção da propagação do novo coronavírus. As forças policiais começaram a restringir ao máximo o trânsito de pessoas na entrada da cidade. Adicionalmente, foram realizadas ações educacionais e protetivas contra a COVID-19 (Decreto Nº 37 de 20 de março de 2020).
Por meio da Secretaria de Saúde, foi contratado um médico infectologista para atender a população aos sábados na UBS da sede.


Além disso, ele orienta tecnicamente a Administração nas decisões que visam a proteção da população.
A Prefeitura Municipal fez uma parceria com a Associação de Artesãos do Município de Olaria – AAMO – para produção de máscaras de proteção individual. A princípio, as máscaras foram entregues para olarienses no grupo de risco (idosos, gestantes e comorbidades) e para todos os funcionários da Administração Pública.
Por meio da Vigilância Sanitária e com o apoio da Polícia Militar, foi proibido o uso das praças e áreas de lazer do município. A decisão teve como objetivo contribuir com o isolamento social.


A Secretaria de Educação, em atendimento a lei 13.987, de 7 de abril de 2020, e em parceria aos colegas da Secretaria de Assistência Social e do Conselho de Alimentação Escolar, o CAE, enriqueceu as cestas básicas das famílias atendidas pelo CRAS de nosso município com produtos alimentícios que seriam utilizados na merenda escolar, como legumes, frutas, leite, carnes e grãos. Os produtos estão sendo distribuídos para as famílias que já são atendidas pelo CRAS e que têm crianças matriculadas na Rede Municipal de Educação.


O uso de máscara de proteção individual passou a ser obrigatório para todas as pessoas dentro do município ao transitarem em espaços públicos, como ruas e praças. O equipamento deve ser utilizado em estabelecimentos públicos e privados. Além disso, os estabelecimentos autorizados a funcionar devem disponibilizar máscaras a todos os funcionários (Decreto Nº 53 de 20 de abril de 2020).


O comércio ambulante foi proibido, inclusive a entrada e permanência de veículos ou pessoas com a finalidade de mercancia (Decreto Nº 53 de 20 de abril de 2020).
A Secretaria de Saúde providenciou a colocação de barreiras sanitárias nas vias de acesso do município. O objetivo é dissuadir a entrada de pessoas e veículos de fora. Os profissionais responsáveis, com apoio da Polícia Militar, estão realizando os procedimentos previstos pelos protocolos de saúde. As barreiras estão funcionando 24 horas (Decreto Nº 53 de 20 de abril de 2020).

Os profissionais da saúde, com apoio de voluntários, providenciaram o funcionamento de barreiras itinerantes na Zona Rural do município. Ações educacionais e de monitoramento estão sendo realizadas com duração de meio período, de segunda a domingo, em cada localidade.

Fonte e Foto: Prefeitura de Olaria