Itens serão instalados em unidade de inteligência contra vírus

Por Welton Máximo – Repórter da Agência Brasil – Brasília

Prevista para começar a funcionar este mês, a Unidade de Inteligência Cooperativa para o Enfrentamento da Covid-19, formada por representantes da Universidade de Brasília (UnB) e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) recebeu uma doação significativa nos últimos dias. 

O Banco do Brasil (BB) doou cerca de 650 equipamentos e móveis usados para o espaço, que está sendo instalado no Parque Científico e Tecnológico da universidade.

Entre os itens doados, estão equipamentos eletroeletrônicos (como computadores), utensílios e móveis (mesas, gavetas e painéis). Na unidade de inteligência, cientistas das duas instituições conduzirão estratégias de integração da atenção e vigilância à saúde para o combate à pandemia provocada pelo novo coronavírus.

O projeto pretende apoiar gestores públicos não apenas no Distrito Federal, mas em pelo menos 100 municípios das cinco regiões do país, visando melhorar a capacidade de atenção e de prevenção à transmissão do vírus e ao colapso do sistema hospitalar.

Convênio

A doação é fruto de um convênio firmado entre o Banco do Brasil e a UnB em julho do ano passado. O documento estabelece um programa de mútuo de cooperação técnica e intercâmbio acadêmico, científico e cultural. A parceria envolve diversas áreas do conhecimento humano, com destaque para inovação e tecnologia.

Essa não será a primeira vez que o banco coopera com a Fiocruz, desde o início da pandemia. A fundação recebeu recentemente doação de R$ 20 milhões da Cielo, empresa do Conglomerado BB, para a produção de um milhão de kits de diagnósticos rápidos, destinados ao Ministério da Saúde.

Fundação

Em outra frente de atuação, a Fundação Banco do Brasil tem repassado doações de clientes e de empresas subordinadas ao banco a entidades privadas sem fins lucrativos. Até o momento, a fundação arrecadou R$ 57,1 milhões, dos quais R$ 664 mil de contribuições voluntárias e R$ 1,5 milhão de doação institucional.

A BB Seguros doou R$ 40 milhões; e o banco BV, outros R$15 milhões. A Livelo iniciou campanha de doação de pontos. A cada ponto doado pelos clientes, a empresa doará outro, com o valor equivalente sendo revertido para ações de prevenção e combate ao novo coronavírus.

As entidades beneficiadas têm notória atuação nas áreas de assistência social. Os projetos são voltados à alimentação, aos cuidados com a saúde, à aquisição de insumos e equipamentos hospitalares. Os interessados em colaborar com as ações podem acessar esta página.   

Edição: Kleber Sampaio