A Prefeitura de Carvalhos divulgou as novas medidas que serão aplicadas no portal da cidade, onde se encontra uma barreira sanitária. Essa é mais uma forma do município conter a propagação do vírus causador da covid-19.

No documento constam algumas medidas a serem seguidas por veículos com placas de outros estados que desejem entrar no município. Turistas e ônibus continuam proibidos de entrar na cidade e pessoas que tenham parentesco com morador, esse deve ir até o portal buscar o visitante e se responsabilizar pela sua quarentena. Quem possui casa na cidade deve comprovar a moradia, além de cumprir a quarentena; caso haja alguém com sintomas, será escoltado até a Unidade Básica de Saúde. Caminhões de entrega deverão apresentar a nota fiscal do produto.

Entretanto, algumas atividades estão liberadas, como a entrada para compras (duas pessoas), para serviço de manutenção, como telefonia e informática, a entrada de oficiais de segurança pública, apresentando “funcional da polícia”, e de serviços de resgate, como bombeiros e SAMU, com apresentação de identidade oficial.

Para comprovar a residência no município é necessário que seja um comprovante nominal, que caso não esteja junto ao morador, pode ser apresentado via aplicativo de mensagens ou levado por um familiar. No ato da entrada no município, será preenchido um termo de quarentena para todos os moradores que estiverem em outras cidades, bem como para motoristas. Em caso de desobediência, será feito um Boletim de Ocorrência a ser encaminhado ao Ministério Público.

Uso de máscaras e isolamento social

Desde o fim de abril, com o decreto nº 07/2020, também é obrigatório o uso de máscaras nas seguintes situações: para uso de táxi ou transporte compartilhado de passageiros para acesso a estabelecimentos comerciais, essenciais ou não, e para desempenho de atividades em repartições públicas e privadas. O documento também prevê a obrigatoriedade de isolamento social de idosos, crianças até 12 anos, imunossuprimidos de qualquer idade, portadores de doenças crônicas, gestantes e lactantes.

Foto: Secretaria de Saúde de Carvalhos