Embora todos estejamos preocupados com o novo coronavírus, não podemos esquecer o risco da dengue, que também pode matar, caso a doença se agrave.              

A Prefeitura de São Vicente de Minas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, alerta para as medidas que devem ser adotadas com o objetivo de evitar a proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue e de outras doenças, como a chikungunya:                                            –

– Não deixe água parada, elimine os focos do mosquito;

– Deixe sempre tampados e lave caixas d’água, poços, cacimbas e tambores de água;           

– Não deixe acumular água em pratos de vasos de plantas e xaxins, colocando areia.

– Não junte vasilhas e objetos que possam acumular água. Guarde as garrafas vazias de cabeça para baixo;

– Entregue pneus velhos ao serviço de limpeza urbana;

– Deixe sempre fechada a tampa do vaso sanitário. Nos banheiros pouco usados, dê descarga pelo menos uma vez por semana;

– Retire sempre a água acumulada da bandeja externa da geladeira e lave o recipiente com água e sabão;                    

– Lave e troque a água dos bebedouros de aves e animais no mínimo uma vez por semana.

– Limpe frequentemente as calhas e a laje das casas.

– Mantenha limpo seu quintal, recolha o lixo e detritos. Limpe latões e mantenha as lixeiras tampadas. Não jogue lixo em terrenos baldios, construções e espaços públicos. Chame a limpeza urbana sempre que for necessário.

– Permita o acesso dos agentes de endemias à sua residência ou sua empresa.                                                  

Uma vez por mês a prefeitura de São Vicente de Minas recolhe das casas objetos, móveis velhos e utensílios que possam acumular água e servir de criadouro para o Aedes aegypti. Mas cada cidadão deve fazer a sua parte para evitar a reprodução do mosquito transmissor.                       

Fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de São Vicente de Minas

Crédito da Foto Ilustrativa: Agência Brasil