O Brasil e o mundo vivem um momento de pandemia do coronavírus (COVID-19), em que o isolamento social é uma medida importante para ajudar a combater a propagação da doença (Foto: reprodução da internet)

O Brasil e o mundo vivem um momento de pandemia do coronavírus (COVID-19), em que o isolamento social é uma medida importante para ajudar a combater a propagação da doença. Mas ficar dentro de casa por muitos dias, sem sair para nada, faz com que muitas pessoas deixem de lado a saúde, o que pode acabar trazendo consequências nada agradáveis e pode, pelo contrário, trazer prejuízos, para saúde física e mental. É preciso ficar atento a saúde nesse momento, mesmo em quarentena dentro de casa, por isso, a médica pneumologista da Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz), Patrícia Canto Ribeiro.

“Primeiro tentar manter horário para as refeições, horário para dormir, para acordar, tentar manter a saúde mental o mais normal possível. Procurar atividades que lhe dê prazer, como ver um filme, assistir TV, um joguinho na internet e evitar comer besteiras toda hora. A gente tem visto que, às vezes, tem aumentado o consumo de bebida alcoólica das pessoas em casa, então isso é uma questão que as pessoas têm que ter atenção”. 

Segundo o Ministério da Saúde, a transmissão acontece de uma pessoa doente para outra ou por contato próximo por meio de toque do aperto de mão, gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro e objetos ou superfícies contaminadas, como celulares, mesas, maçanetas, brinquedos, teclados de computador, entre outros. Por isso, não abra mão da distância mínima de 2 metros entre você e as outras pessoas nos estabelecimentos comerciais, além do uso de máscara. Lave bem as mãos e faça uso do álcool em gel depois de manusear objetos e equipamentos.

A melhor forma de evitar o coronavírus é se protegendo. Se você tem dúvida se está com coronavírus, basta ligar para 136 ou acessar no chat pelo site saude.gov.br/coronavírus. 

Fonte: Agência do Rádio