Erlisson Lopes ainda falou sobre as medidas adotadas pela prefeitura e a atuação junto à comunidade aiuruocana (Foto: arquivo pessoal)

Aiuruoca tem sido referência no cuidado e na prevenção ao novo coronavírus. A prefeitura, por meio da secretaria de Saúde, vem realizando ações de prevenção e conscientização junto à comunidade, a fim de frear a propagação do vírus causador da covid-19.

Em entrevista exclusiva, o titular da Secretaria de Saúde, Erlisson Lopes, conta ao JORNAL PANORAMA as principais medidas tomadas pelo município e adianta uma novidade: a distribuição de kits com máscara e álcool em gel a toda a população a partir da próxima semana.

Confira:

Jornal Panorama – Revele sobre as ações que o município realiza para o controle da pandemia.

Erlisson Lopes – Desde o início desta pandemia, a secretaria de Saúde vem tratando com muita seriedade e responsabilidade esta questão de saúde pública em Aiuruoca, tanto que, de pronto, instituímos o comitê de enfrentamento e o primeiro decreto de ação. Também suspendemos o atendimento à população para a realização de um treinamento intensivo com todos os funcionários promovendo um simulado que permitiu que pudéssemos analisar possíveis falhas, garantindo a segurança da população e dos funcionários. Instituímos a blitz orientativa passando a funcionar 24 horas, além da ampliação dos pontos de controle durante os feriados. Estamos acompanhando os acontecimentos em âmbito estadual e nacional, atentos aos anseios de nosso povo e nos adequando conforme as necessidades.

JP – Ações que envolvem toda a comunidade estão sendo realizadas em prol da conscientização de todos, com carros de som e panfletagem. Informe-nos sobre esse objetivo? Seus resultados são positivos?

Erlisson Lopes – Neste momento, a informação é nossa melhor aliada, principalmente por se tratar de um cenário não compreendido ainda pela ciência e a medicina. Desta forma, uma população bem informada pode se proteger e entender os riscos. O acesso à informação não foi dado somente no perímetro urbano, mas, também, realizamos ações de divulgação nos 22 bairros rurais que compõem o nosso município, distribuindo cartilha orientativa e fazendo esclarecimentos, tudo isso com a equipe do PSF, Secretaria de Turismo e com apoio da Polícia Militar. Com muito trabalho, os resultados têm sido positivos, e agradecemos a população de Aiuruoca que, em sua maioria, tem escutado nossas orientações e nos atendido.

JP – Como a população reage a todas essas informações? Estão com a conscientização esperada pela secretaria?

Erlisson Lopes – A população mostrou-se muito preocupada com todas as notícias e pelo cenário de incerteza que estava se desenhando no Brasil, porém, tem sido muito receptiva aos nossos pedidos. Graças a essa grande colaboração de nossa comunidade, Aiuruoca está conseguindo superar este desafio, apesar de ainda não estarmos livres de contaminação.

JP – Sobre o paciente registrado com caso gripal e o outro caso em investigação, a secretaria tem acompanhado os casos? Quais as novas informações?

Erlisson Lopes – A secretaria acompanha diariamente a evolução dos casos no município e também publica um boletim nas redes sociais oficiais da Prefeitura. Tivemos um caso descartado após exame negativo realizado na FUNED. Atualmente, tivemos 3 casos de síndrome gripal, onde os pacientes foram acompanhados pela nossa equipe mantendo o isolamento preconizado pelo Ministério de Saúde e se encontram bem. Porém, nestes casos, não foi realizado teste, pois somente os casos graves são orientados a isso. Para termos mais agilidade no diagnóstico e no tratamento aos pacientes, a Secretaria de Saúde adquiriu testes rápidos. O Ministério da Saúde sinalizou a entrega de mais kits de testagem rápida, que em breve deveremos receber.

JP – Há novas ações de saúde a serem realizadas?

Erlisson Lopes – Sempre haverá novas ações enquanto houver essa pandemia, já que o cenário muda a todo instante.

Numa iniciativa inédita, a Secretaria de Saúde e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Social, Ambiental e de Turismo, através de parceria com empresários locais, os quais agradeço imensamente, vamos distribuir gratuitamente a população 5 mil máscaras de tecido e 10 mil sachês de álcool em gel, permitindo, assim, que mesmo nossa população mais carente possa usufruir do beneficio da proteção. A distribuição está prevista para semana que vem, quando chega o primeiro lote. Ainda essa semana, vamos seguir discutindo a flexibilização do comércio e talvez, na semana que vem, um novo decreto seja publicado.

JP – As barreiras sanitárias estão tendo o resultado esperado? 

Erlisson Lopes – Imprescindíveis. Com as barreiras sanitárias, foi possível fazer uma triagem de pessoas de fora que possuem propriedade no município e restringir a entrada de turistas que vieram ao município de passagem ou para se hospedar, sendo estes orientados, já que a nossa rede hoteleira e nossos pontos turísticos estão fechados neste momento. Todas as pessoas que chegam à cidade para hospedar-se em casa de amigos ou familiares assinam o termo de responsabilidade de isolamento junto ao município. Todas essas ações fizeram com que o fluxo de pessoas de fora diminuísse, evitando a exposição e o contágio de nossa população, antes do início da transmissão comunitária no território brasileiro.

JP – O Hospital Dr. Júlio Sanderson tem realizado campanhas de arrecadação para preparação de leitos adequados para o combate da pandemia do Covid-19. A Secretaria de Saúde está em conjunto nesta solidariedade?

Erlisson Lopes A Secretaria de Saúde mantém uma parceria com o Hospital Dr. Júlio Sanderson mesmo antes desta pandemia. O hospital de Aiuruoca é sem sombra de duvidas referência regional, disponibiliza muitos serviços que os hospitais de centros maiores não possuem. Esta união entre o cidadão que contribui com sua doação, do Poder Público que investe através do município, dos deputados e outros apoiadores, sob a impecável gestão do Sr. Carlinhos, permitiu nascer o hospital que temos hoje, que a cada dia continua crescendo.

Somos e seremos sempre solidários ao hospital de Aiuruoca, não só apoiando, mas também contribuindo para o crescimento e aperfeiçoamento desta respeitável instituição.

JP -Finalizando a entrevista, deixe-nos um recado a toda a população.

Erlisson Lopes – Quero agradecer a toda população de Aiuruoca que tem entendido este momento difícil e também a todo segmento empresarial, comercial e autônomo que tem sofrido financeiramente. Essa crise vai passar e vamos sobreviver a ela, um novo amanhecer virá e esse pesadelo ficará na lembrança, em dias de de alegria e de glórias. Reconstruiremos a nossa economia e, como a fênix, ressurgiremos ainda mais fortes. Não seremos os mesmos, seremos muito melhores. Obrigado a todos os aiuruocanos, aos nossos colaboradores da saúde e principalmente a Deus. Força a todos.