Por: Ascom da Prefeitura de Tiradentes

Na manhã desta terça-feira, 21 de abril, a administração municipal de Tiradentes realizou uma cerimônia cívica em homenagem ao mártir da Inconfidência Mineira e herói nacional, Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes.

Sem público e com a restrição de poucas autoridades municipais, a programação seguiu um roteiro que enfatizava o patriotismo e o tradicional protocolo tiradentino.

Aberto com o, sempre emocionante, hasteamento das bandeiras, do Brasil, do estado de Minas Gerais e do município de Tiradentes, terra do movimento libertário do país, pelas autoridades públicas, respectivamente, prefeito municipal José Antônio do Nascimento, Comandante da 190ª Cia. da Polícia Militar de Minas Gerais, Capitão Telmo Tassinari Neto e presidente da Câmara de Vereadores Sr. Marcos Antônio Silva.

O roteiro prosseguiu na companhia das demais autoridades, vice prefeito, Luiz Carlos Barbosa, pároco da paróquia Santo Antônio, Pe. Alisson André, o vereador Léo Matos, o Secretário Municipal de Cultura e Turismo Henrique Nascimento Rohrmann, o secretário municipal de administração Tomás Henrique, o Superintendente de administração João Marcos Guimarães, representando os secretários municipais, e os representantes do Corpo de Bombeiros Voluntários de Tiradentes.

Para celebrar o movimento libertário da Inconfidência Mineira, a cerimônia do acendimento da Chama da Liberdade, seguiu o percurso histórico e tradicional. Trazida da Casa Padre Toledo, pelos bombeiros voluntários Jhonathan e Douglas, e entregue às autoridades, de mãos em mãos, até que o prefeito municipal a colocasse na Pira da Liberdade, onde permaneceria acesa, por todo o dia 21 de abril, como simbologia para manter acesos o espírito de liberdade e o patriotismo.

O mártir da Inconfidência Mineira, Tiradentes foi reavivado durante todo o evento. Todos os demais inconfidentes foram relembrados, um a um, e homenageados com o toque de silêncio, pelo som do trompete do musicista Matheus Alves, da Orquestra e Banda Ramalho.

O prefeito municipal, José Antônio do Nascimento, em um pronunciamento emocionado, exaltou a figura memorável do alferes de cavalaria, o Tiradentes, situando-o na fundamental importância para a história do município de Tiradentes e do Brasil. E ainda, manifestou sobre os cuidados para preservar a saúde da população tiradentina.

O Hino da Cidade da Berço da Liberdade Brasileira, Tiradentes, encerrou a manhã de solenidades cívicas.

A administração municipal, em respeito às medidas preventivas do enfrentamento contra o Novo Coronavírus, cancelou a extensa programação cultural e festiva que já havia preparado, como sempre realizou, para celebrar a data 21 de abril.

A cerimônia cívica foi realizada na Praça Cívica Largo do Sol, onde estão cravados os pilares da Inconfidência Mineira e foi transmitida ao vivo pela página do Facebook da prefeitura municipal.

Fotos: César Reis e Prefeitura de Tiradentes