Thiago Faria de Pupo Nogueira estava internado no Hospital João XXIII. A filha dele, de quatro anos, também morreu ainda no local do incêndio.

O jornalista e publicitário Thiago Faria de Pupo Nogueira, que ficou gravemente ferido em um incêndio criminoso em Barbacena, morreu neste domingo (12) no Hospital João XXIII, em Belo Horizonte. Ele estava internado na unidade desde o dia 15 de março.

Thiago foi fundador do Jornal Folha de Barbacena. A equipe divulgou uma nota de pesar (lei abaixo a íntegra). O G1 não conseguiu confirmar mais informações relativas ao velório e enterro.

No incêndio que atingiu o prédio onde morava jornalista, a filha dele, Helena Gava Pupo de Faria, de quatro anos, também morreu, ainda no local. Ao todo, o Corpo de Bombeiros contabilizou 12 pessoas feridas na ocorrência.

Equipes combatem incêndio em edificação em Barbacena — Foto: Portal Barbacena Online/Reprodução

Equipes combatem incêndio em edificação em Barbacena — Foto: Portal Barbacena Online/Reprodução

De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem ateou fogo no carro da ex-namorada, que estava estacionado na garagem do local. As chamas espalharam e atingiram o edifício e mais outros 11 veículos. O autor do incêndio foi um suboficial da Aeronáutica.

Os policiais conseguiram identificar o suspeito após trabalhos de investigação, com auxílio da Polícia Civil e de câmeras de segurança. Ele foi preso em flagrante e levado para a Delegacia de Polícia Civil.

Nota de pesar

“A equipe da Folha de Barbacena e da M2T LTDA se despede de seu idealizador, consternada com a perda, mas com a certeza de que tivemos a honra de ter em nossas vidas a oportunidade de conhecer e conviver com uma grande pessoa. Mais que um chefe, Thiago Faria sempre foi um líder e um amigo sem igual, uma pessoa com quem se podia contar em qualquer momento, um ser humano ímpar.

A você Thiago Faria de Pupo Nogueira, fica o nosso eterno agradecimento, por ter nos permitido fazer parte deste seu sonho chamado Folha de Barbacena, e por, principalmente, ter feito parte de nossas vidas. Fica agora, a eterna saudade do nosso inestimável CHEFE.”

Fonte: G1 Zona da Mata