Mesmo longe das salas de aula, muitos professores têm dedicado valiosas ações junto a seus alunos em tempo de isolamento social. Sem previsão do retorno às aulas, a professora Angélica Mendes Gonçalves Mira, de Itanhandu, faz um trabalho diferenciado com seus alunos graças à tecnologia.

            A professora Angélica Mira tem 35 anos e é professora do Centro Educacional Aquarela há 19. Atualmente, leciona para a turma do terceiro ano, com 26 alunos. E diante das dificuldades em realizar atividades presenciais com os alunos, a professora teve uma ideia que uniu toda a turma. “Com a impossibilidade de estar na escola com as crianças, começamos a enviar on-line algumas atividades para serem feitas em casa, junto com a família”, revelou.

            Segundo a professora as crianças realizam atividades de todas as matérias e, com a proximidade da Páscoa e na intenção de trabalhar o verdadeiro sentido da data, a professora Angélica pensou em criar algo que “os deixasse mais unidos, mesmo que ‘virtualmente’”, destaca.

            A ação virtual neste ano foi inusitada, mas nesses anos de licenciatura a professora Angélica não deixa de realizar atividades que integrem a classe. “Sempre realizo com as crianças um amigo invisível de chocolates e cartões no período da Páscoa, então transformei esta atividade, que ganhou um novo visual”, comenta.

Para que a ideia desse certo, professora Angélica recebeu apoio de especiais parceiros. “Contei com a ajuda dos pais e familiares para a gravação e postagem dos vídeos. Ficamos todos conectados esperando a revelação”, lembra, e completa que “foi uma atividade que alcançou os objetivos de levar uma mensagem de carinho, amor e esperança”.

A professora Angélica compartilhou com o JORNAL PANORAMA os bilhetes enviados individualmente no whatsapp que tem com os pais e familiares dos alunos.

E todos aderiram a proposta da professora. E o sorteio foi realizado na casa da professora Angélica, que avisou a cada aluno sobre o resultado, com uma mensagem carinhosa. Com essa mensagem a professora enviou no grupo esse recado.

E todo o trabalho foi recompensador. As crianças mantiveram segredo do seu amigo oculto virtual e fizeram o que foi proposto, um lindo desenho ao seu amigo secreto. A proposta foi linda e os alunos mandaram vídeos encantadores aos seus amigos, e isso bem rapidinho: a atividade foi enviada no dia anterior da revelação, e durante a manhã e a tarde do outro dia o amigo oculto virtual foi concluído.

Uma atividade rica em amor e carinho, que mesmo com o isolamento social manteve o companheirismo e amizade entre os alunos. E os alunos gostaram muito da atividade. “Crianças gostam muito de desenhar, e o fazem ainda com mais capricho quando vão presentear os amigos”, avalia a professora Angélica.

            O que ocorre com todos é algo nunca imaginado, principalmente para com as crianças. Professora Angélica ainda ressalta que estão 15 dias sem se ver. “Quando estamos de férias nos encontramos a todo momento na praça, lanchonete, clube”, revela e pontua que o amigo oculto virtual foi uma forma de encontro.

            O JORNAL PANORAMA parabeniza a professora por criar uma maneira tão especial de manter acesa a chama do amor em todos seus alunos e pais. Uma dica que vale ser dada e repassada a todos.

Confira o vídeo:

Fotos: Arquivo pessoal Professora Angélica

Turma do terceiro ano da professora Angélica