No terreno do Hospital Universitário de Bonn foi encontrado um artefato de 500 quilos. Entre os 380 pacientes realocados em hospitais vizinhos para a desativação, encontram-se infectados pelo novo coronavírus (Foto: Felix Heyder / University Hospital in Bonn (UKB) / AFP)

Uma bomba aérea da Segunda Guerra Mundial foi descoberta na manhã desta quarta-feira (1º), durante trabalhos de construção diante de um prédio do Hospital Universitário de Bonn (Uniklinik Bonn, UKB), forçando a evacuação de ampla área.

A avaliação da situação exigiu a presença de agentes da polícia, da segurança pública e do Corpo de Bombeiros, noticiou o jornal General-Anzeiger Bonn.

Segundo a prefeitura da cidade, o artefato pesando cerca de 500 quilos será desarmado entre as 9h e as 14h30 da quinta-feira. Para tal, a área em torno deverá ser inteiramente evacuada, num raio de 300 metros.

Cerca de 380 pacientes do hospital universitário serão retirados e realocados em hospitais próximos. Entre eles há internados em unidades de tratamento intensivo. Há pacientes com Covid-19, a doença respiratória provocada pelo novo coronavírus, entre os que terão que ser realocados, de acordo com a emissora WDR. A UKB coordena o transporte em conjunto com o Corpo de Bombeiros.

Durante a operação de desativação da bomba, ficará bloqueado o acesso a um raio maior, de 500 metros, e os moradores das vizinhanças terão que deixar suas residências, acrescentou a municipalidade de Bonn.

Quase 75 anos após o fim da Segunda Guerra Mundial, estima-se que milhares de explosivos continuem escondidos em solo alemão. Todos os anos, peritos desarmam cerca de 5 mil bombas lançadas pelos Aliados, além de toneladas de outras munições.

Fonte: Portal G1