Os hospitais contemplados estão sendo definidos, para poderem receber o equipamento o mais rápido possível

AEsmolaria Apostólica informou que, no final da semana passada, o Papa Francisco determinou a compra e a doação de 30 respiradores a hospitais das áreas mais atingidas pela pandemia de Covid-19. Os hospitais contemplados estão sendo definidos, para poderem receber o equipamento o mais rápido possível.

Os respiradores são de crucial importância para os casos mais severos da doença, nos quais o paciente, na UTI, apresenta extrema dificuldade para respirar sozinho.

São aparelhos caros e, devido à sua abrupta escassez nesta pandemia, se tornaram mais caros ainda: na semana passada, o secretário de Saúde do Estado brasileiro de Santa Catarina, Helton Zeferino, chegou a declarar que, antes da crise, o custo de um respirador no Brasil girava em torno de R$ 60.000,00, mas saltou para mais de R$ 100.000,00. Ainda segundo ele, algumas unidades chegaram ao preço de venda de até R$ 335.000,00 cada. O Brasil está acelerando esforços para a produção nacional de respiradores, com diversos projetos em andamento entre empresas, universidades e incubadoras tecnológicas vinculadas a grandes hospitais.

Mais ações práticas da Igreja

Através da Cáritas, que é um dos seus principais braços de caridade cristã e ação social, a Igreja tem agido em dezenas de iniciativas práticas para ajudar as pessoas atingidas pela pandemia. Veja, por exemplo, as ações que estão sendo realizadas na Itália:

Ajuda espiritual reforçada

O Papa também voltou a exortar os sacerdotes a levarem os sacramentos ao máximo possível dos doentes graves.

Ainda na semana passada, ele convocou dois encontros mundiais de oração pelo fim da pandemia: o Pai-Nosso de 25 de março e a histórica bênção Urbi et Orbi do dia 27. Na semana anterior, ele já tinha feito questão de se unir à oração mundial do Santo Terço organizada por iniciativa dos bispos italianos.

Fonte: Aleteia