Jogador pentacampeão em 2002 promete pagar seis meses de salário mínimo

O ex-goleiro Marcos, ídolo do Palmeiras e titular no pentacampeonato mundial com a seleção brasileira, em 2002, prometeu neste sábado, em postagem em uma rede social, pagar o salário mínimo de dez trabalhadores que eventualmente percam seus empregos por causa do novo coronavírus.

A crise, com determinação de fechamento de estabelecimentos para evitar a propagação do vírus, deve ter consequências econômicas no país. E Marcos promete ajudar.

— Vou assumir o salário mínimo de dez pessoas que porventura venham a perder seus empregos por conta dessa crise que estamos, por seis meses, até que as coisas voltem ao normal — escreveu Marcos.

Mais cedo, outro ídolo palmeirense, o goleiro Fernando Prass, atualmente no Ceará, também prometeu uma ação: deixar suas redes sociais à disposição de pequenos empresários que queiram divulgar seu trabalho em meio à crise.

Fonte: Globo Esporte