A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (Sejusp), colocando a vida em primeiro lugar e com o objetivo de preservar a saúde de profissionais do Sistema Prisional e dos 75 mil detentos que estão sob a responsabilidade do Estado, decidiu suspender as visitações às unidades prisionais de Minas, a partir do próximo sábado (21/3).
Também estão suspensas as entregas, até então opcionais, por familiares de presos, de kits com suplementos em alimentação, materiais de higiene, entre outros.
A medida busca diminuir a circulação de pessoas e materiais contaminados nas estruturas prisionais, evitando uma possível propagação do coronavírus no ambiente prisional.
Os profissionais do Departamento Penitenciário de Minas Gerais (Depen-MG), para proteção de toda a sociedade, não têm a possibilidade de ficar em casa e, portanto, precisam dessa proteção. Ao mesmo tempo, vale ressaltar que a população prisional tende a ser mais vulnerável ao coronavírus por questões de saúde decorrentes de condições próprias ao encarceramento.
A medida, que tem a preservação da vida como norte, é temporária. Todas as condições de visitação serão restabelecidas tão logo a pandemia do coronavírus não apresente mais riscos à população.
A Sejusp destaca que os detentos foram informados das mudanças na rotina nas unidades na manhã desta quinta-feira (19/3). A secretaria solicita a compreensão de todos os familiares de presos quanto à necessidade da aplicação da medida, que busca tão somente resguardar a saúde e a vida dos encarcerados e dos profissionais do Sistema Prisional.
Fonte: Assessoria de Comunicação – Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública
Crédito (foto): Divulgação / Sejusp