Primeiro caso de morte por coronavírus aconteceu em Miguel Pereira. Um segundo caso está sendo investigado em Niterói, pois 1° exame de idoso deu positivo

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro e a prefeitura de Miguel Pereira confirmam a primeira morte por coronavírus. A vítima é uma mulher de 63 anos que estava no grupo de risco para a Covid–19. Segundo a Secretaria de Saúde, um segundo caso de Niterói também está em investigação no Laboratório Central Noel Nutels.

“Estamos todos consternados e tristes. Meus sentimentos a familiares e amigos. Esse vírus nos atinge a todos. É momento de reflexão e de pensarmos nos que mais amamos. É por isso que reforço para que as pessoas não saiam de casa, que orem e que acompanhem todas as orientações do Ministério da Saúde e da nossa Secretaria de Saúde, para que sigamos juntos unidos contra esse mal que assola o mundo”, lamenta o governador Wilson Witzel.

A mulher, diabética e hipertensa, apresentou sintomas no domingo (15). Deu entrada em uma unidade de saúde do município na segunda (16), apresentou piora no quadro e morreu na terça (17), mesmo dia que o material chegou para a análise do laboratório do estado. Ela teve contato com paciente confirmado que viajou ao exterior.

“Quero também expressar a minha solidariedade a essa família. Faço um apelo à população que acredite na gravidade da situação e siga as orientações das autoridades de evitar sair de casa e ir a unidades de saúde sem necessidade. Reforço que nós não vamos descansar na luta para que casos como esses ocorram em menor número possível”, diz o secretário de Saúde, Edmar Santos.

Caso em Niterói teve 1° exame positivo

Um primeiro exame acusou a presença do novo coronavírus no idoso de 69 anos morto na terça-feira (17) em Niterói, na Região Metropolitana do Rio.

A informação foi dada pelo prefeito Rodrigo Neves no Bom Dia Rio desta quinta (19).

O homem morreu no Hospital Icaraí, uma unidade particular, por choque séptico e pneumonia. Segundo o hospital, um enteado dele, que não foi atendido no local, veio de Nova York (EUA), com teste positivo, com quadro iniciado no dia 11 de março.

“O paciente, além da idade, possuía comorbidades que o colocaram no grupo de risco”, diz a unidade.

Ainda segundo o hospital, “o quadro do paciente evoluiu com insuficiência respiratória aguda, sendo imediatamente submetido à entubação orotraqueal e colocado em ventilação mecânica. Ele veio a óbito às 19h08 desta terça-feira (17)”.

Casos confirmados

Até quinta-feira (19), o estado do Rio registra 64 casos, distribuídos nas seguintes cidades: Rio de Janeiro (55), Niterói (6), Barra Mansa (1), Miguel Pereira (1) e Guapimirim (1).

Medidas

Desde a última semana, o Governo do Estado colocou em prática medidas duras para conter o avanço da epidemia. Na manhã da última terça (17), o governador Wilson Witzel decretou, com o objetivo de evitar a propagação do vírus, a situação de emergência pelo Covid-19, com recomendação para limitar o atendimento ao público em bares e restaurantes, redução de horário em shoppings centers, além da suspensão de aulas em escolas públicas e privadas, entre outras medidas.

Fonte: Portal G1