A folia em São João del-Rei foi completa e de muita animação, entre os dias 21 e 25 de fevereiro. Quem esteve por lá curtiu momentos únicos e de muita alegria.

O Carnaval da histórica cidade de Minas Gerais homenageou um de seus maiores sambistas, Ginego, que foi fundador da Escola de Samba Depois eu Digo. Nascido João da Cruz Magalhães, Ginego, como era mais conhecido, morreu em maio de 2019, aos 91 anos, quando se recuperava de um AVC. Marceneiro de profissão, Ginego foi o fundador da Escola de Samba Depois Eu Digo, que fez do carnaval são-joanense o terceiro melhor do Brasil, depois do Rio e de Olinda, nas décadas de 60, 70, 80 e 90, juntamente com os sambistas e carnavalescos Jota Dângelo, Murilo ‘Chacal’ Hallack, Agostinho França, Pistilim, Quati, entre outros.

A festa iniciou na sexta-feira, 21, com um ambiente todo decorado e muito animado. Os presentes puderam curtir o som da Banda Batukele, que já têm um longo tempo em estrada, exibindo-se em shows por todo o Brasil. O DJ Davidson Vilela ainda colocou todo mundo para dançar.

O sábado de carnaval foi marcado pelo início dos desfiles das escolas de samba, com o desfile do Clube e Escola de Samba Tudo Azul, o desfile de Agremiação Carnavalesca Acadêmicos do Samba e o Show do Grupo Som D. Samba foi destaque no sábado, que ainda contou com o Wesley Mumu e Banda.

No domingo, 23, desfilaram G.R.E.S. Unidos da Lata, Ferverão e o G.R.ES Girasol e ainda contou com os shows de Samba de Amigos e a Bateria Infernal.

Já na segunda-feira, a festa aconteceu com o desfile do G.R.E.S Mocidade Independente do Bomfim e desfile do G.R.E.S Vem me Ver. As atrações artísticas ficaram por conta da Banda Uai Garotos que agitou o Carnaval da histórica São João del-Rei e da DK Lelehzinha. O encerramento do Carnaval aconteceu na terça-feira, 25, com o show do Grupo Simplicidade e do Grupo Identidade.

Informações: ASCOM Prefeitura de São João del-Rei