Quem tem carro e pretende transferir a documentação do veículo para o município de São Vicente de Minas, agora conta com uma oportunidade imperdível: a Prefeitura Municipal ressarce o valor pago pela taxa de transferência da placa. 

A medida é boa para os dois lados envolvidos na situação. Enquanto o proprietário pode recuperar o dinheiro gasto com o pagamento da taxa, o município passa a arrecadar o valor referente ao Imposto sobre Circulação de Veículo Automotor (IPVA), enquanto o carro permanecer registrado no nome daquele motorista.

Depois de perceber o grande número de veículos com placas de outras cidades que circulam pelo município, logo depois de ser eleito o prefeito Lili teve essa ideia.

A novidade, que vai trazer tantos benefícios, foi adotada a partir da criação de uma lei municipal.

Para ter direito ao ressarcimento, é preciso que o dono do carro pague a taxa de transferência e, de posse do comprovante de quitação e da documentação do veículo já transferido, entre com o pedido na prefeitura.

Os valores referentes, tanto ao licenciamento quanto ao IPVA, variam de acordo com as características de cada veículo.

Primeiro proprietário a ser beneficiado, o autônomo Wagner de Carvalho Abdo, reafirma que a medida é benéfica para todos: “Isso é bom para o município, que vai passar a arrecadar mais, ao mesmo tempo que ajuda os cidadãos”.

“Para o contribuinte brasileiro, já sujeito a tanta cobrança, ficar livre de qualquer despesa é um bom negócio. E, para a administração municipal de São Vicente de Minas, é mais um recurso que entra para que possamos investir cada vez mais na qualidade de vida da nossa gente”, avalia o prefeito Lili.

Fonte: Assessoria de comunicação da Prefeitura de São Vicente de Minas